Tratamento da Dor


O tratamento actual da dor crónica baseia-se essencialmente na intensidade da dor. A escada analgésica da dor da Organização Mundial de Saúde (OMS), que divide os medicamentos analgésicos em três degraus distintos, defende, por exemplo, a utilização inicial de fármacos não opióides, seguindo-se os opióides fracos e os opióides fortes, dependendo do aumento da intensidade da dor. Contudo, uma vez que as condições associadas a dor crónica são, na sua maioria, de natureza multifactorial (ou seja, estão presentes componentes nociceptivas e neuropáticas), o controlo efectivo da dor requer que sejam tomados em consideração os seus mecanismos subjacentes para permitir a selecção de um tratamento mais direccionado.
 


Novos conceitos em dor


Saiba mais sobre os novos conceitos e a complexidade da dor.


Novos conceitos

 


EFIC